Sustentabilidade Responsabilidade social

Assim como os assuntos relacionados à Segurança, Meio Ambiente e Saúde (SMS), Responsabilidade Social é de um tema de relevância estratégica para a gestão do Complexo PQS.
Foto

É através do seu Programa de Responsabilidade Social Corporativa que a empresa procura se relacionar com as comunidades da região que atua e agregar valor, fazendo com que a presença do Complexo na área seja positiva não só para a empresa, mas para todas as partes que são afetadas por sua presença ou têm interesse em suas atividades.

Estudos que foram feitos na fase de planejamento do Programa de Responsabilidade Social apontaram a necessidade de atender às demandas socioeconômicas que existem no território de Suape, especificamente baixa escolaridade, falta de qualificação profissional, baixo nível de renda e baixa empregabilidade.

Para lidar com esses problemas, o Complexo PQS estruturou seu programa inovador, que deve atuar com base em dois focos: o geográfico (Suape, Polo Têxtil do Agreste, Região Metropolitana do Recife e área de abrangência da reciclagem) e o temático, centrado em ações na cadeia produtiva do poliéster e do PET, inserido um conceito novo dentro da Cadeia Social Produtiva.

Além dos dois focos citados, o Programa de Responsabilidade Social da PQS visa priorizar o investimento social privado através de projetos e iniciativas que promovam o desenvolvimento local sustentável, focados em três eixos: Educação para o trabalho, Geração de trabalho e renda e Educação e ações ambientais, com ênfase em reciclagem.

Todos os projetos e iniciativas são baseados nos valores de respeito e ética, cooperação/colaboração, valorização da cultura local e compromisso com a comunidade.

Você sabia?

As referências para a construção do Programa consideraram os valores e metas do Pacto Global da ONU e dos Objetivos do Milênio como orientadores para todas as recomendações e definições do Investimento Social Privado do Complexo Industrial Químico-Têxtil (PQS) na região.

Conheça os projetos apoiados pela PQS:

Cooperativa Na Emenda

O Na Emenda surgiu há aproximadamente 11 anos. Inicialmente, o grupo visava apenas à produção de artesanato customizado atendendo a demanda do turismo local, com o passar dos anos e o desenvolvimento do complexo industrial de Suape foi verificado uma nova demanda, o reaproveitamento de uniformes das grandes empresas localizadas no complexo, e a confecção de fardamentos visando atender essa nova realidade da região.

Hoje a cooperativa já formalizada, vem se qualificando cada dia mais buscando seu principal objetivo, a sustentabilidade do grupo, fortalecendo seus vínculos e gerando emprego e renda para as mulheres de Camela. O próximo passo para do grupo, é a construção de uma sede própria, onde será possível não só a continuidade dessa história de sucesso, mais também a multiplicação da cadeia produtiva e fortalecimento das relações trabalho.

Local: Camela – Distrito do município de Ipojuca

Contatos: Risolene Gonçalves (Presidente da cooperativa) – 81.9440-4495

Parceiros: Prefeitura Municipal de Ipojuca /Construtora Norberto Odebrecht

Status do Projeto: Concluído.

Premiações: Prêmio de Economia Produtiva

Centro Social Urbano (CSU) Ilha de Deus

Reforma, adequação e ampliação do espaço e execução de atividades formativas e de assessoramento técnico com vistas a promover a organização social do território; desenvolver um modelo de gestão compartilhada e apoiar projetos de desenvolvimento socioprodutivo endógeno, via incubação de empreendimentos sociais e produtivos.

Parceiros: SEDSDH (Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos)/IADH (Instituto de Assessoria para Desenvolvimento Humano)

Local: Centro Social Urbano (CSU) - Avenida Manuel Serafim do Couto, s/n – Imbiribeira e Comunidades da Ilha de Deus e Vila da Imbiribeira

Status do Projeto: Concluído.

Pólo de Confecções de Bom Jardim

O projeto tem como objetivo fortificar e apoiar um grupo de costureiras de modo a se constituir em um empreendimento associativo para alavancar o Pólo de Confecções de Bom Jardim, integrado ao APL de Confecções do Agreste Pernambucano.

Parceiros: SDEC (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), IADH (Instituto de Assessoria para Desenvolvimento Humano) e Prefeitura de Bom Jardim.

Status do Projeto: Concluído.

Marco Pernambucano da Moda

O projeto visa contribuir de forma decisiva para a compreensão do ciclo de moda e o desenvolvimento de negócios que consigam trabalhar na agregação de valor a seus produtos, sobretudo a partir de elementos da cultura local, ao mesmo tempo em que referencia Pernambuco como um centro irradiador de moda.

Parceiros: SDEC (Secretaria de Desenvolvimento Econômico)

Local do prédio: Rua da Moeda, 46 – Recife Antigo

Site: www.marcopemoda.com.br

Status do Projeto: Concluído.

Escola Técnica Têxtil Senai Ipojuca – Centro de Formação Profissional Horácio Lugon

O objetivo desse projeto é a construção e funcionamento de uma escola técnica profissionalizante com foco no segmento têxtil sintético do município de Ipojuca, equipada com móveis, equipamentos e utensílios necessários ao seu pleno funcionamento.

Parceiros: Prefeitura de Ipojuca/ Serviço Nacional da Industria (SENAI)

Status do projeto: Em andamento.

Diálogos para o Desenvolvimento Social de Suape

O projeto objetiva contribuir para o desenvolvimento social de Suape, a partir do desenvolvimento de ações que possam contribuir para a redução dos índices relacionados a problemas de saúde e violência, gravidez na adolescência, da prevenção das DST/AIDS, do enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes, à violência masculina e à violência contra as mulheres, bem como ações voltadas ao uso abusivo de álcool e outras drogas. Este conjunto de ações visa potencializar processos e acessos aos direitos humanos e sociais da população impactada pelos empreendimentos instalados no território estratégico de Suape.

Parceiro: Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal de Pernambuco – FADE

Status do Projeto: Concluído.

Recicla Pernambuco

Este projeto tem como objetivo estruturar e equipar unidades de triagem e compostagem de resíduos sólidos , criando uma rede de coleta de embalagens PET para reutilizar no processo produtivo ou reciclar em outras aplicações, acompanhada de um programa de educação ambiental, complementar à escola. Este projeto atingirá 12 municípios, indo da Mata Sul ao Agreste do Estado.

Parceiros: ITEP – Instituto de Tecnologia de Pernambuco e Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado.

Status do Projeto: Concluído.